Viagem ao mundo de skate

Voce ja se imginou viajando pelo mundo a bordo de um skate? Pois e, nem eu! Mas o neo-zelandes Robert Thomson nao so se imaginou, como o fez. Foram 2 anos e meio de jornada. Durante este tempo ele viajou por 29 paises e percorreu 12 mil km da Asia a America do Norte.

A ideia inicial era viajar da Coreia do Sul ate a Inglaterra de bicicleta. Apaixonado por skate e aventura, Robert mudou os planos no meio do caminho e trocou a bicicleta, que, como ele mesmo disse “era grande, pesada e dificil de carregar e estacionar em alguns momentos da viagem” pelo skate. Com isso, tudo mudou, inclusive o destino final.

Robert resolveu viajar pelo mundo, saindo pela Asia e retornando a ela, numa volta. A viagem comecou em julho de 2006 e terminou em setembro de 2008, em Xangai. Durante todo o percurso, viajando sozinho, Robert enfrentou altas temperaturas em alguns momentos, em torno de 45 a 50 graus na China, e bem baixas, como 23 graus negativos na Turquia. Quando o perguntei sobre essas adversidades do clima, ele me disse que o fato de andar no skate tornou a viagem ainda melhor, pois “o contato direto com o vento, o sol, a neve, o faziam se sentir vivo”.

De bicicleta Robert foi de julho de 2006 a junho de 2007, do Japao a Suica. Quando retornou ao Japao resolveu vender sua bicicleta e trocar pelo skate. Dai foram mais 12 mil quilometros, so que, desta vez, indo ate os Estados Unidos e retornando a Asia, finalizando em Xangai. Com a jornada de skate Robert conquistou o recorde mundial e foi parar no Guinness Book. Ele superou a ultima marca que era de 5 mil e 800 quilomentros percorridos a bordo de um skate.

Perguntei a ele qual pais mais lhe chamou a atencao e ele disse que foi o Tajiquistao. Disse que la andou horas sem encontrar uma pessoa, mas que a natureza o acalmava e alimentava sua jornada. “O silencio era lindo, podia ouvir minha propria respiracao. Parecia estar dentro de um vacuo”, lembrou Robert. Mas, mesmo com tanta beleza, segundo ele, de todos os paises que viajou, a Suica e o melhor lugar para se viver.

Robert disse que quando retornou a Nova Zelandia passou um ano sem querer comentar sobre a viagem. Ele disse que nao se considerava uma pessoa diferente dos outros, apenas provou que qualquer um poderia fazer o mesmo, era so querer. O que voce tinha que estar certo era que iria enfrentar dificuldades das mais diversas, clima, solidado, exaustao, fadiga, por exemplo.

Hoje Robert Thomson e estudante pesquisador da Universidade de Nagoya e em abril inicia seu mestrado na Universidade de Hokkaido, norte do Japao. Sua aventura esta registrada em seu blog e na sua pagina do flickr. Eu o perguntei sobre a possibilidade de escrever um livro e ele disse: “Quem sabe um dia… Agora tenho que parar e me dedicar aos estudos. Mas tenho muito vontade de compartilhar o que vivi com outras pessoas.”

Enquanto o livro nao vem, voce pode ler detalhes dessa aventura no blog do Robert Thomson, recordista mundial de viagem a bordo de skate, de acordo com o Guinness Book.

Rob Thomson skates around the world

Rob Thomson skateboards around the world

Anúncios

Uma resposta para “Viagem ao mundo de skate

  1. Thanks for the write up! Stoked!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s